Curiosidades de História

Loading...

Pesquisar

Carregando...

quarta-feira, 16 de março de 2011

ATIVIDADE DE HISTÓRIA- PRIMEIRA REPÚBLICA

EEM.MONSENHOR JOSÉ CARNEIRO DA CUNHA
CHAVAL-CEARÁ
PROFESSORA -EDNA
3º ANO DO ENSINO MÉDIO
ANO-2011
ATIVIDADE DE HISTÓRIA

1-Durante a Primeira República no Brasil ( 1889-1930 ), a Política dos Governadores ou "Política do Café com Leite" representou:
a- uma política econômica de incentivo à produção e à exportação de café e leite


b-a predominância, no comando político do Governo Federal, das oligarquias paulista e mineira
c-a reação das oligarquias do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul contra o monopólio de poder dos paulistas.
d- uma campanha publicitária promovida pelo governo federal destinada a atrair investidores estrangeiros, por meio da divulgação das riquezas do Brasil.
e- uma política de investimento em gêneros de primeira necessidade de modo a suprir o abastecimento alimentar da população urbana em expansão.
2-PUC SP JULHO 2005 CONSTITUIÇÃO DE 1891
A Constituição brasileira de 1891
a) permitiu a plena democratização do país, com a superação do regime militar.
b) criou um quarto poder, o Moderador, que atribuía plenos poderes ao Imperador.
c) separou o Estado, agora republicano, da Igreja Católica.
d) manteve a permissão para a existência de mão-de-obra escrava.
e) eliminou os resquícios autoritários do varguismo.

3-MACKENZIE JULHO 2005 REPÚBLICA VELHA POLÍTICA
Cabo de enxada engrossa as mãos... Caneta e lápis são ferramentas muito delicadas(...). Ler o quê? Escrever o quê? Mas agora é preciso, a eleição vem aí e o alistamento rende a estima do patrão e a gente vira pessoa. Mário Palmério – Vila dos Confins
O texto lembra o contexto político característico da República Velha, cujas origens, em parte, podem ser atribuídas
a) ao sistema eleitoral, baseado no voto censitário, usualmente praticado desde os tempos do Império.
b) ao domínio político das oligarquias e ao controle que elas exerciam sobre as massas rurais e urbanas que delas dependiam economicamente.
c) ao Tenentismo, que apoiava o fisiologismo e a política de troca de favores instalada pelo regime oligárquico.
d) a uma política sempre pacífica praticada pelos coronéis, que angariavam sólido apoio nas massas rurais.
e) ao caráter não elitista do processo político, que atendia às reivindicações populares, ampliando a organização e a mobilização que elas tinham.

4-FGV 2 SEMESTRE 2005 REPÚBLICA VELHA POLÍTICA
“... As eleições de 1900 para a Câmara Federal e o terço do Senado confirmam o benefício desta política em favor das oligarquias que estão no poder. (...) Este sistema de apoio às oligarquias vai significar a permanência daquelas que estão no poder. (...) As oposições oligárquicas agora não podem mais ter esperança de uma vitória legal, e às vezes, nem mesmo de um bom êxito revolucionário.” (CARONE, Edgard, A república velha. 166 edição, São Paulo: Difel, pp. 193-194).
O autor se refere:
a) À política da conciliação.
b) Ao Encilhamento.
c) À República da Espada.
d) À promulgação da nova constituição republicana.
e) À política dos governadores.


5-A revolução foi marcada para o dia 5 de julho de 1924; o plano elaborado por Joaquim Távora previa levantes simultâneos em todos os Estados e o General Isidoro Dias Lopes foi escolhido para chefiar o movimento. O texto identifica o importante movimento tenentista
denominado:
a) Revolta do Forte de Copacabana.
b) Coluna Prestes.
c) Revolução Gaúcha de 1924.
d) Revolução de 1924 em São Paulo.
e) Levante do Pará em 1924.

6-UNESP JULHO 2005 CONVÊNIO DE TAUBATÉ
Completaram-se, ontem e hoje, 99 anos da reunião dos presidentes de São Paulo, Minas e Rio de Janeiro que culminou no Convênio de Taubaté. A primeira crise global do café foi provocada pela triplicação da produção brasileira na década de 1890 – de 5,5 milhões a 16,3 milhões de sacas (...) ( Folha de S.Paulo,27.02.2005. Adaptado.) Do Convênio de Taubaté, origina-se a Política de Valorização do Café, que se constituiu
a) na isenção tributária sobre todas as mercadorias e serviços relacionados com o café, como o transporte
ferroviário.
b) na proibição de se plantar novos cafeeiros no prazo mínimo de 10 anos, até a produção igualar-se ao consumo externo.
c) no acordo entre todos os países produtores e exportadores de café de diminuírem a produção em 25%
em 5 anos.
d) no controle dos preços do café por meio da compra da produção excedente, por parte dos governos estaduais.
e) na criação de um imposto sobre cada saca de café exportada e no incentivo à criação de fazendas de
café no Espírito Santo.

7-Sobre a economia brasileira durante a Primeira República, é possível destacar os seguintes elementos:
a) exportações dirigidas aos mercados europeus e asiáticos e crescimento da pecuária no Nordeste.b) investimentos britânicos no setor de serviços e produção de bens primários para a exportação.  c) protecionismo alfandegário para estimular a indústria e notável ampliação do mercado interno.
d) aplicação de capital estrangeiro na indústria e consolidação do café como único produto de exportação.
e) integração regional e plano federal de defesa da comercialização da borracha na Amazônia.
8-No início da Primeira República (1889-1930), a oligarquia governante teve que enfrentar, no sertão baiano, um movimento social denominado:
a) Cabanagem.
b) Campanha Civilista.
c) Levante do Contestado.
d) Revolta de Canudos.
e) Revolução Farroupilha.
09-"Quando, na madrugada de 15 de novembro de 1889, uma revolta militar depôs Pedro II, ninguém veio em socorro do velho e doente imperador. A espada do Marechal Deodoro da Fonseca abria as portas da República para que por ela passassem os republicanos carregando um novo rei: o café de São Paulo." (Adaptado de I. R. Mattos, HISTÓRIA DO BRASIL IMPÉRIO)
a) De que maneira se explica o isolamento político de Pedro II?
b) Por que o texto afirma que, na República recém-proclamada, o café se tornava um "novo rei"?

10-A República Brasileira, na última década do Século XIX, caminhava para a consolidação da oligarquia dos coronéis-fazendeiros. A crise econômico-financeira agravava as condições de vida na cidade e no campo. A rebelião de Canudos pode ser entendida como movimento de:
a) hesitação dos mandatários políticos em desfechar medidas repressivas contra a gente oprimida.
b) tensão social agravada pela expulsão dos camponeses que atuavam nas frentes pioneiras catarinenses e paranaenses.
c) resistência da população sertaneja contra a estrutura agrário-latifundiária e as medidas repressivas oficiais.
d) descontentamento dos fanáticos que buscavam efetivar práticas liberais burguesas.
e) rebeldia dos jagunços que se opunham à rede de açudes e às campanhas de combate às secas.
11-No governo Rodrigues Alves (1902-1906), ocorreu a revolta da vacina, que estava contextualizada:
a) na modernização e no saneamento do Rio de Janeiro.
b) na modernização e no saneamento do Brasil como um todo.
c) no combate às doenças epidêmicas promovido pela ONU.
d) na recepção aos imigrantes.
e) na oposição entre os setores rural e urbano.

12-:"Principal responsável pelas transformações econômicas, sociais e políticas ocorridas no Brasil na segunda metade do século XIX, reintegrou a economia brasileira nos mercados internacionais, contribuiu decisivamente para o incremento das relações assalariadas de produção e possibilitou a acumulação de capital que, disponível, foi aplicado em sua própria expansão e em alguns setores urbanos como a indústria, por exemplo. Foi ainda responsável pela inversão na balança comercial brasileira que, depois de uma história de constantes déficits, passou a superavitária entre os anos de 1861 a 1885". O parágrafo acima refere-se:
a) à Borracha.
b) ao Cacau.
c) ao Algodão.
d) à Cana-de-Açúcar.
e) ao Café.

13-o maior líder sertanejo do Brasil e comandante do maior e mais importante movimento camponês de luta pela posse da terra e de resistência à opressão dos latifundiários da história brasileira." A frase acima refere-se a:
a) Manoel Vinagre, líder da Cabanagem.
b) Francisco Sabino Alvares da Rocha Vieira, líder da Sabinada.
c) Raimundo Gomes, líder da Balaiada.
d) Antonio Conselheiro, líder de Canudos.
e) Luis Carlos Prestes, líder Tenentista.

1
:"Voto de cabresto", "curral eleitoral", "eleição a bico de pena", "juiz nosso", "delegado nosso", "capangas" e "apadrinhamento" são expressões que lembram em nosso país o:
a) liberalismo.
b) totalitarismo.
c) messianismo.
d) coronelismo.
e) comunismo.

15-No final do século XIX e início do século XX o Nordeste foi assolado pelos cangaceiros, bandos armados que roubavam, seqüestravam e matavam em seu próprio benefício ou a serviço de chefes políticos. Contribuíram para o aparecimento desse grande contingente de marginalizados:
a) os movimentos revolucionários republicanos dos fins do Império.
b) a grande migração de nordestinos para a colheita da borracha na Amazônia.
c) a propaganda da guerrilha comunista entre os camponeses.
d) o processo de urbanização e industrialização que expulsou muitos camponeses de suas terras.
e) a concentração da propriedade, o aumento demográfico e os efeitos

16-No início da República, ocorreram vários movimentos na zona rural brasileira, identificados como banditismo social, revolucionarismo e milenarismo. Dentre eles destacam-se:
(01) A "Guerra do Contestado", ocorrida numa região disputada pelos Estados do Paraná e de Santa Catarina, em que muitas famílias de posseiros lutaram para não perder suas terras e para não serem expulsas da região.
(02) A "Guerra dos Emboabas", que se travou na divisa de São Paulo com Minas Gerais, por causa de uma região rica em ouro, provocando a morte de muitos colonos.
(04) A "Revolução Farroupilha", ou "Guerra dos Farrapos", ocorrida no Rio Grande do Sul, que durou dez anos, unindo classes dominantes e mobilizando massas rurais.
(08) O movimento de "Canudos", liderado pelo beato Antônio Conselheiro, que, após percorrer várias regiões do Nordeste, fixou-se na Comarca de Belo Monte, na Bahia, e aí organizou uma experiência comunitária autônoma, provocando a reação dos coronéis, que exigiram a intervenção do Governo Federal e a destruição de "Canudos." Soma = ( )

17-(UERJ 2003 - adaptada) A dominação dos grandes proprietários rurais durante a República Velha deu origem à expressão popular “voto de cabresto”, mecanismo eleitoral que resulta de:
a) influência política das oligarquias regionais
b) adaptação do campesinato à realidade do mundo urbano
c) inconformismo do eleitor nas pequenas cidades do interior
d) submissão dos trabalhadores rurais aos valores soberanos das cidades
Resposta: a)
18 (UFS) - "...o chefe político lhes dava roupa, cachaça e uma
papeleta de voto..." Ao texto pode-se associar, na evolução política brasileira, o
a) mercantilismo e a Colônia
b) encilhamento e o Império
c) centralismo e a Regência
d) coronelismo e a República Velha
e) caudilhismo e a República Nova
19-MACKENZIE JULHO 2004
1.Do ponto de vista eleitoral, o coronel controlava os votantes em sua área de influência. Trocava votos, em candidatos por ele indicados, por favores tão variados como um par de sapatos, uma vaga no hospital, um emprego de professora. A permanência do coronelismo na República Velha deveu-se:
a) ao apoio do Tenentismo às práticas da política oligárquica.
b) ao isolamento do sertanejo nordestino, visto que o coronelismo só ocorria na região Nordeste.
c) ao fato de os chefes locais não dependerem de recursos dos governos para a prática de favores e benefícios locais.
d) ao clientelismo, resultado da desigualdade social, da precariedade de serviços públicos e da impossibilidade do cidadão de efetivar seus direitos.
e) à autonomia dos coronéis, que não dependiam de outras instâncias do poder, inclusive no plano militar.

    20-UNESP JULHO 2004 Entre 1893 e 1916, eclodiram duas grandes revoltas populares no Brasil, a primeira conhecida como Guerra de Canudos (1893-1897) e a segunda, como Guerra do Contestado (1912-1916). Segundo defendem alguns historiadores, ambos os movimentos têm características comuns. Considerando essa tese, assinale a afirmativa correta. a) Ambas foram orientadas por um líder messiânico. b) Antônio Conselheiro e o "monge" José Maria eram adeptos do Integralismo. c) Ambas aconteceram em regiões pobres e abandonadas do Nordeste. d) Os revoltosos eram comunistas. e) Em ambas, os revoltosos atingiram seus objetivos.
    21-MACKENZIE JUNHO 2004 O messianismo desenvolveu-se em áreas rurais e pobres que reagiam à miséria. Seus componentes básicos eram a religiosidade do sertanejo, o sentimento de revolta contra a omissão do governo, o repúdio à opressão e às injustiças da república dos coronéis. Assinale os movimentos rebeldes com essas características. a) Revolta da Chibata e do Quebra Quilos b) Canudos e Contestado c) Revolta da Vacina e do Forte de Copacabana d) Coluna Prestes e Revolução de 1924 e) Revolução Federalista e Revolta Armada

12 comentários:

  1. OIIIIIIIIIIII
    ME MANDA AS RESPOSTAS DESSE ARTIGO AI
    MANDA RAPIDO TA ME MANDA NEESSE EMAIL NOGBRUNO1@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  2. olaaaaaaaaaaa
    tudo bem
    me manda as respostas pro meu email
    carlapaula147@hotmail.com
    beijos e muito obrigada!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. aDOREI AS ATIVIDADES SE DER MANDE AS RESPOSTA, ABRAÇOS E MUITO OBRIGADA! cmarita@itelefonica.com.br

    ResponderExcluir
  4. manda as resposta por email:
    wellingtonwgp@hotmail.com
    obrigado!!!

    ResponderExcluir
  5. me manda as respostas por imail ? por favor
    bbb198110@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. gostaria do gabarito ,amei veridyana.valverde@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. também gostei das atividades poderia por favor me mandar o gabarito. mirianeliaquim@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Gostei mto das questões, por favor me manda o gabarito por email amandha-rocha@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Por favor me mandem as respostas dessas questões.

    barbara_mariana17@hotmail.com

    desde já,agradeço!

    ResponderExcluir
  10. onde encontrar as respostas?

    ResponderExcluir
  11. professora Edna, gostei muito da suas atividades e gostaria que me enviasse o gabarito. obrigada .rosangelahist@yahoo.com.br

    ResponderExcluir